© Copyright - 2019 Eu Consigo Emagrecer. Todos os direitos reservados. Políticas de Segurança e Privacidade

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

Dicas para Emagrecer

Dicas para emagrecer - 12 alimentos que ajudam a perder peso

Você decidiu que quer eliminar alguns quilinhos e logo deve vir à cabeça uma lista do que não poderá comer. Doces, frituras ou alimentos gordurosos entram nessa relação. Mas também há o outro lado. Nutricionistas separam dicas para emagrecer e incluem uma lista de alimentos do bem, aqueles que vão te ajudar a chegar ao peso ideal.

Uma das melhores dicas para emagrecer dos especialistas é não embarcar em dietas malucas ou da moda. Segundo Patrícia Cruz, nutricionista comportamental, se a pessoa deixa de comer algo que gosta por muito tempo, mais tarde vai acabar exagerando para se saciar e, fatalmente, vai engordar. O ideal é buscar uma reeducação alimentar.  

Com isso, quem quer emagrecer vai perder peso de forma saudável, sem deixar de consumir nenhum nutriente importante e balanceando o cardápio. Os alimentos mais calóricos e gordurosos devem ser evitados, mas é até possível consumir um ou outro com moderação. Uma dica, por exemplo, é deixar um dia da semana para comer um doce que gosta muito. 

E há também aqueles alimentos amigos da dieta , que vão trazer saciedade, ajudar no processo de emagrecimento e suprir as necessidades do organismo, afinal, uma dieta pouco calórica, mas vazia em termos de nutrientes, não é nada bom. Patrícia lista alguns:

Quando se exercita, o corpo procura nas calorias recém consumidas, assim como em reservas de energia para manter nosso corpo em actividade. Se comer menos calorias do que queimar, uma parte da energia que gastará será retirada de gordura armazenada.

Todo alimento que ingerimos contém calorias e essas calorias ou são usadas imediatamente ou são armazenadas como reserva de energia. O corpo converte calorias desnecessárias em triglicéridos, que são armazenadas em células de gordura.

Os triglicéridos podem vir da gordura ou carboidratos.
 

Os triglicéridos podem vir da gordura ou carboidratos.


Automaticamente, qualquer caloria em excesso que consumimos será armazenada como gordura.

O corpo usa das reservas de triglicéridos para ganhar energia entre as refeições, e em geral, para ter combustível para atividades quando a energia imediata dos alimentos não está disponível.

Quem já não viu alguém depois de uma dieta, ficar com uma aparência, relativamente, magra ou até mesmo com uma condição física boa, mas ao reparar bem, em algumas partes do corpo daquela mesma pessoa, ela possui até excesso de gordura?

Então, isso acontece porque a pessoa perdeu peso, mas não gordura, pois pode até emagrecer sem perder o percentual de gordura que precisava, uma coisa é perder peso e a outra é gordura.

 

Quando se exercita, o corpo procura nas calorias recém consumidas, assim como em reservas de energia para manter nosso corpo em actividade. Se comer menos calorias do que queimar, uma parte da energia que gastará será retirada de gordura armazenada.

Todo alimento que ingerimos contém calorias e essas calorias ou são usadas imediatamente ou são armazenadas como reserva de energia. O corpo converte calorias desnecessárias em triglicéridos, que são armazenadas em células de gordura.

Os triglicéridos podem vir da gordura ou carboidratos.
 

Os triglicéridos podem vir da gordura ou carboidratos.


Automaticamente, qualquer caloria em excesso que consumimos será armazenada como gordura.

O corpo usa das reservas de triglicéridos para ganhar energia entre as refeições, e em geral, para ter combustível para atividades quando a energia imediata dos alimentos não está disponível.

Quem já não viu alguém depois de uma dieta, ficar com uma aparência, relativamente, magra ou até mesmo com uma condição física boa, mas ao reparar bem, em algumas partes do corpo daquela mesma pessoa, ela possui até excesso de gordura?

Então, isso acontece porque a pessoa perdeu peso, mas não gordura, pois pode até emagrecer sem perder o percentual de gordura que precisava, uma coisa é perder peso e a outra é gordura.

No momento em que damos início a uma atividade, nosso organismo utiliza primeiro as calorias disponíveis dos carboidratos. Uma vez que os carboidratos foram utilizados, os triglicéridos são libertados das células de gordura para suprir qualquer necessidade de energia adicional para a atividade física.

Como precisa queimar 3.500 calorias a mais do que consome para queimar 450 gramas de gordura, está tecnicamente a queimar caloria e gordura. Queimando mais calorias do que consome, força o corpo a utilizar a energia armazenada como gordura.

Da mesma maneira, queimar gordura sem aumentar o seu consumo de calorias significa que o corpo usará mais das calorias que consome e armazenará menos delas.

Se consumirmos mais calorias que necessitamos nosso organismo dificilmente irá utilizar a gordura armazenada, e consequentemente, engordaremos. Se isso acontecer estará automaticamente a queimar  calorias para manter-se em actividade e a gordura em excesso continuará armazenada.

No momento em que damos início a uma atividade, nosso organismo utiliza primeiro as calorias disponíveis dos carboidratos. Uma vez que os carboidratos foram utilizados, os triglicéridos são libertados das células de gordura para suprir qualquer necessidade de energia adicional para a atividade física.

Como precisa queimar 3.500 calorias a mais do que consome para queimar 450 gramas de gordura, está tecnicamente a queimar caloria e gordura. Queimando mais calorias do que consome, força o corpo a utilizar a energia armazenada como gordura.

Da mesma maneira, queimar gordura sem aumentar o seu consumo de calorias significa que o corpo usará mais das calorias que consome e armazenará menos delas.

Se consumirmos mais calorias que necessitamos nosso organismo dificilmente irá utilizar a gordura armazenada, e consequentemente, engordaremos. Se isso acontecer estará automaticamente a queimar  calorias para manter-se em actividade e a gordura em excesso continuará armazenada.

Medidas para um corpo perfeito


Não é de hoje que existem estudos a respeito da proporção perfeita do corpo humano. Muitos cientistas, estudiosos da anatomia humana e artistas na antiguidade, como Leonardo da Vinci e seu famoso homem vitruviano, propuseram relações harmoniosas entre as partes que compõem nosso corpo, além daquelas que regem também em nosso Universo.
Embora saibamos que o conceito de perfeição possa ser subjetivo, existem regras, leis e proporções na natureza que são predominantes e se repetem seguindo alguns padrões em diferentes ocasiões. A famosa “razão áurea” talvez seja a mais famosa delas e esta pode ser aplicada em muitos estudos de medidas, formas e proporções. Todas estas relações apresentam de alguma forma a sensação de harmonia entre a obra composta, seja ela qual for.